20 de agosto de 2017

Tarte de Ameixa {Plum Pie}

Yum

O agosto tem sido construido principalmente por momentos em família e de descontração. Tem sido prioridade passear e aproveitar o melhor desta estação, descontraidamente e a tirar o maior partido de momentos e locais especiais. Porque faz bem. Porque faz falta.
O regresso ao blogue faz-se lentamente, mas de uma forma doce. Não podia faltar ao sempre delicioso desafio Sweet World da Lia e da Susana e trazer desta feita, como se pede, uma tarte de fruta.
O verão é talvez das estações mais ricas em fruta, quer em variedade, cor e sabor. Chegam em tanta quantidade e variedade que às vezes se torna difícil conseguir consumi-la toda. Era o que estava a acontecer a umas pequenas, deliciosas e docinhas ameixas. Por isso a escolha foi fácil e depressa elas se tornaram a figura principal de uma doce e fresca tarte.

A massa que usei foi a que já tinha feito na Bakewell Tart. Não é a massa quebrada mais fácil de trabalhar para este tipo de tarte, mas o resultado final ficou próximo do que tinha imaginado. Em termos de sabor final ficou bastante equilibrado e agradável. Ao contrário do mais tradicional, servir a tarte ainda morna acompanhada por gelado ou um delicioso creme custard, resolvi servi-la bem fresquinha. E acreditem, fez as delicias dos que provaram!

Uma sobremesa, como a Susana tão bem diz, em sintonia com a estação, para acompanhar o espírito de férias e relaxamento que por esta altura se promove.








Ingredientes Massa Quebrada:
125g de Manteiga sem Sal, à temperatura ambiente
250g de Farinha de Trigo
80g de Açúcar
1 Ovo médio

Ingredientes Recheio:
450g de Ameixas
1 Gema de Ovo batida
4 c. Sopa de Amêndoa Ralada

Preparação:
Lave e seque bem as ameixas. Retire os caroços e parta-as em pedaços pequenos. Reserve.
Coloque a manteiga e o açúcar num processador/triturador e processe até estar envolvido. Adicione o ovo e triture mais uns 30 segundos. Junte a farinha e triture até a massa estar uniforme (não processar demasiado para não ficar demasiado dura). Se a massa estiver demasiado seca adicione uma colher de água fria. Amasse levemente sobre uma superfície ligeiramente enfarinhada e dê-lhe a forma de disco. Embrulhe em película aderente e leve ao frigorífico por 30 minutos.
Retire a massa do frio e estique sobre uma folha de papel vegetal até ficar com a espessura de uma moeda de euro. Forre uma tarteira com 18 cm de diâmetro com a massa (use a folha de papel vegetal, ou enrole a massa com cuidado à volta do rolo da massa e transfira-a para a tarteira) e apare a massa ao nível dos bordos da tarteira.
Estenda as sobras da massa e corte um disco de massa de forma a fazer a “tampa” da tarte. Com um cortador em forma de flor retire alguns pedaços de massa da “tampa”.
Espalhe o amêndoa ralada por cima da base da massa que colocou na tarteira – a amêndoa vai reter a maior parte do liquido que a fruta libertar, evitando que a base da tarte fique muito mole e completamente ensopada.
Coloque as ameixas na tarteira e por cima a “tampa” da tarte, pressionando os bordos e aparando o excesso de massa.
Volte a estender as aparas de massa e, com cortadores de massa em forma de folhas e flores, corte várias peças. Decore a tarte, pincele com a gema de ovo batido e leve ao frigorífico por 30 minutos, enquanto o forno aquece.
Pré-aqueça o forno a 170ºC.
Leve a tarte ao forno por cerca de 45 minutos, até que a massa esteja cozida e dourada.
Retire do forno e deixe amornar ou arrefecer por completo.

Pode servir morna, acompanhada por uma bola de gelado ou creme custard, ou refrigere se quiser servir bem fresquinha, como eu fiz.



5 comentários:

  1. A cor das ameixas ficou incrível nessa tarte! Raramente faço tartes, mas são maravilhosas para esta altura do ano :)

    ResponderEliminar
  2. Ai Martinha, esse interior!!!
    Adoro a cor que a ameixa confere aos doces. Tivemos tanta e este ano não consegui fazer quase nada com ela. Uma pena.
    Esta tua tarte está linda. Bem intensa e expressiva, uma maravilha.
    Mais uma vez Muito Obrigada por fazeres um esforço para marcar sempre presença no desafio. :)

    Bjinhos

    ResponderEliminar
  3. Esta tarte tem um aspecto perfeito e irresistível... Linda!!
    Beijinho
    http://asreceitasdamaegalinha.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Oláquerida Marta,
    O mês de Agosto é mesmo de preguiça sim. Eu que já voltei de férias no dia 10, ainda não consegui entrar na rotina, pois parece que as férias se me entrenharam nos ossos e está a custar despegar-me delas, lol.
    Esta tua pie está de gritos de linda e essa cor desse interior deixa-me literalmente a salivar!!
    Que bela pie!!
    Beijinho querida e obrigada por estares sempre connosco.
    Lia

    ResponderEliminar
  5. Olá Marta, que cor mais linda das ameixas em sua tarte!!,
    no Brasil, bom no sul do Brasil foi frío, embora de ter monte de fruta o ano todo, é verdade que há algumas frutas do verão brasileiro como as ameixas e os pêssegos a época perfeita é no dezembro. Gostei muito de participar e conhecer as cozinhas que fazem parte do desafio. Acho que as férias são para aproveitar e como você diz, compartilhar com a familia e descontrair um poco. Sua tarte de ameixa é uma idea deliciosa, também gosto da tarte fresquinha, acho que melhora e ganha em sabor.
    um beijo para você

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...